Retorno às aulas

Retorno às aulas

Avalio não ser adequada ao momento essa iniciativa para retorno às aulas nas unidades da Rede Municipal de Ensino, visto que as autoridades de Saúde e a própria OMS recomendam a manutenção do isolamento social, em razão de ser este o período do pico dos casos de transmissão e de infecção, o que causaria um colapso por superlotação no sistema de atendimento médico.

Não há embasamento científico que respalde essa medida do Executivo Municipal, ainda que seja, apenas, para colocar em risco alunos portadores de deficiência,como tem sido falado.

Avalio ser pior ainda tal medida.

A presença de alunos nas unidades escolares exigirá,por certo, a presença de professores e de funcionários que estarão expostos e, em consequência, serão veículos para contaminar os idosos e os outros vulneráveis em suas casas.

A recuperação didático-pedagógica decorrente das aulas perdidas por causa desta pandemia pode ocorrer em outro tempo, mas as vidas perdidas, não.

Como professor e respaldado na minha condição de médico e, ainda, como cidadão, rogo ao Sr.29 Prefeito que reavalie essa sua decisão, aguardando um momento mais seguro para a saúde e para a tranquilidade social.

Todos desejamos o retorno às aulas, mas temos que ter prudência.