Não ao consumo fantasma

Aquelas contas emitidas nos restaurantes sem especificação dos itens, só com os valores, poderão ser proibidas. É o que prevê projeto apresentado pelo vereador Prof. Célio Lupparelli que obriga transparência  no consumo. A ideia é evitar que o consumidor pague pelo que não consumiu.