Produtos e serviços detalhados nos restaurantes

É uma das lutas deste mandato proteger o direito do consumidor, direito fundamental sacramentado em nossa Constituição Federal, garantindo mais transparência nas relações de consumo.

 12742853_968863006535645_5067049245827045294_n

Obrigatoriedade da divulgação dos valores das multas arrecadadas pelo município do Rio

Encaminhamos este projeto, ontem, para votação na Ordem do Dia desta semana, pois é direito dos cariocas saber o valor arrecadado com as diversas multas aplicas (como aquela do Programa Lixo Zero) e a sua destinação. As multas devem ser destinadas a programas de prevenção que guardem relação com as transgressões que as geraram, fazendo do projeto, quando aprovado, instrumento de controle da população a fim de que sejam feitas as devidas cobranças durante as próximas audiências do Orçamento Municipal.

 12376786_968887289866550_8213900737090453904_n
Vereador Célio Lupparelli fiscaliza UPA de Ricardo de Alburquerque

Vereador Célio Lupparelli fiscaliza UPA de Ricardo de Alburquerque

Estive, ontem, na UPA de Ricardo de Albuquerque, de 8h15 às 9h45, realizando diligência. Havia apenas dois clínicos atendendo cerca de 80 pessoas (um número enorme de usuários, muitos deles precisando de atendimento urgente). Não havia pediatras de plantão. Apurei o tempo de espera para o atendimento: 2 a 4 horas (inaceitável!). A demanda é muito grande e só há, segundo a direção da unidade, dois clínicos, dois pediatras (que não se encontravam) e um dentista. Vamos entrar com requerimento de informação e ofício junto à Secretaria Municipal de Saúde. Se não houver resposta ao nosso pedido, vamos representar junto ao Ministério Público.

12801673_1155403351139258_3580131742113706739_n 12795263_1155403344472592_1340880116079394807_n 12791088_1155403347805925_1104020501018314096_n 12791044_1155398457806414_494109090229567123_n

Depois de muita pressão, prefeitura envia para a Câmara Plano Municipal de Educação

Depois de muita pressão, prefeitura envia para a Câmara Plano Municipal de Educação

Depois de muita pressão do vereador Prof. Célio Lupparelli, a prefeitura enviou, enfim, o Plano Municipal de Educação, para ser votado na Câmara do Rio. O vereador chegou até a entrar com representação junto ao Ministério Público por conta do atraso no envio do plano, que chegou à Casa mais de seis meses depois do prazo.
O Plano Municipal é peça fundamental para o aprimoramento das educações pública e privada cariocas, com a transferência de recursos por parte do governo federal. O vereador Prof. Célio Lupparelli, que foi membro da Comissão Coordenadora do Plano, agora está analisando o conteúdo do plano para avaliar se será necessário fazer emendas a fim de melhorar a proposta.
Projeto do vereador quer acabar com cobranças absurdas nos estacionamentos

Projeto do vereador quer acabar com cobranças absurdas nos estacionamentos

Estacionamentos públicos e privados poderão ficar mais baratos. É o que prevê projeto apresentado pelo vereador Prof. Célio Lupparelli que obriga a cobrança por fração de 15 minutos. O vereador vai pedir agilidade na votação.
Quando virar lei, o descumprimento da norma vai acarretar multa e até suspensão do alvará de licença para o estabelecimento por 30 dias.
       “É impensável permitir que o consumidor pague valor excedente não correspondente proporcionalmente ao que consumiu. Não é aceitável permitir que cidadãos cariocas paguem, por exemplo, duas horas de estacionamento quando, na verdade, mantiveram seus veículos por apenas uma hora e dez minutos ou uma hora e quinze minutos. Isto é, claramente, dar vantagem indevida a quem oferta o serviço, prejudicando a parte mais fraca da relação, o consumidor”, disse o vereador Célio Lupparelli.

Vereador busca solução para Conselho Tutelar que vive alagado

Pela quarta vez em 2015, o Conselho Tutelar da Barra da Tijuca ficou todo alagado. A reclamação chegou ao gabinete do vereador prof. Célio Lupparelli, que, durante dois dias, tentou falar com o secretário municipal de Desenvolvimento Social, Adilson Pires, mas não conseguiu.

Segundo a presidente da Associação dos Conselheiros Tutelares do Município do Rio, Liliane Lobianco, a informação que recebeu dos conselheiros locais é de que a prefeitura mandou fazer uma limpeza, mas que o engenheiro Pedro Ferreth disse que o problema deverá voltar com novas chuvas. “Se os conselheiros não têm condições físicas para trabalhar como vão ter condições emocionais para tratar com pessoas desestruturadas emocionalmente? Tentei pedir solução definitiva para o Conselho da Barra que precisa de um novo prédio, e o secretário Adilson Pires me respondeu, por mensagem, que me retornaria, mas não me retornou”, disse o vereador.

Contra a crise hídrica

Contra a crise hídrica

Remando contra a crise hídrica, o vereador Prof. Célio Lupparelli vai pedir urgência na votação do seu projeto que obriga as novas edificações da cidade com mais de 500 m2 a apresentarem sistema de reúso da água para concessão do habite-se.

Vereador pede Secretaria para as crianças

Vereador pede Secretaria para as crianças

O vereador Prof. Célio Lupparelli protocolou ofício para o prefeito Eduardo Paes pedindo a criação de uma Secretaria da Criança e do Adolescente. O órgão coordenaria políticas para a infância e adolescência em áreas como saúde, educação e esporte. O vereador questionou como, em meio a tantas Secretarias, a criança não tem uma. Até os animais têm.

Célio Lupparelli questiona treinamento de professores polivalentes

O vereador Prof. Célio Lupparelli enviou para a Secretaria Municipal de Educação um requerimento para saber  como são capacitados e com que frequência professores polivalentes de algumas escolas que dão aula para alunos da 6ª série de português, matemática, história e geografia.

Despoluição só no papel

O vereador Prof. Célio Lupparelli quer saber da prefeitura quando serão construídas as quatro unidades de tratamento de rios contaminados que desembocam nas lagoas da Barra e Jacarepaguá. A obra faz parte de um compromisso olímpico da prefeitura que ainda não saiu do papel.

O vereador enviou um requerimento de informações para a Secretaria Municipal de Meio Ambiente para saber se o projeto já foi licitado e outros detalhes da obra.

Guias de turismo de várias favelas ajudam vereador a aprimorar projeto que proíbe turismo degradante

O vereador Prof. Célio Lupparelli (DEM) se reúne, nesta quinta, dia 28, às 9h, no auditório da Câmara, com guias de turismo de várias favelas e a Riotur para discutir a criação de um projeto que incentive o trabalho dos guias locais. Eles reclamam do monopólio das grandes operadoras. Entre os guias convidados estão os do Santa Marta, Vidigal, Dois Irmãos e da Rocinha.

Problemas apresentados pelos guias, como a falta de utilização dos guias locais por empresas que, segundo eles, exploram as favelas e nada deixam, nada consomem nas comunidades, e a exploração da mão de obra infantil por elas, também denunciada, serão debatidos.

A discussão começou com a apresentação do Projeto de Lei  1196/2015, de autoria do vereador Célio Lupparelli,  que proíbe turismo degradante nas favelas, ou seja, aquele que explora a miséria e tira a privacidade dos moradores. A ideia é juntar as demandas dos guias apresentadas na audiência anterior e criar um novo projeto.

Em vistoria, Célio Lupparelli verifica déficit de 200 funcionários no Jardim Zoológico

O vereador Prof. Célio Lupparelli fez uma vistoria no Jardim Zoológico para averiguar denúncias de abandono. E o que ouviu dos funcionários foi que a falta de pessoal é um dos maiores problemas. “O Zoológico só tem 40 funcionários. Segundo informações que recebemos durante a vistoria, o déficit é de cerca de 200 funcionários. Existe um processo para abertura de concurso parado desde 2005”, disse o vereador. A casa tem 4 veterinários que estão quase se aposentando.

O vereador, que também é biólogo, está enviando um ofício para a prefeitura questionando a possibilidade de abrir concurso público para o Zoológico. Desde que virou fundação em 86, o órgão não abriu concurso.

Nada de apologia aos jogos de azar

As casas de diversões infanto-juvenis que se cuidem. O vereador Prof. Célio Lupparelli apresentou projeto que proíbe esses estabelecimentos de oferecerem entretenimento que faça apologia a jogos de azar. Se virar lei, o descumprimento pode dar até cassação do alvará.

Obras do Centro de Referência da Pessoa com Deficiência serão retomadas

Depois de receber do vereador Prof. Célio Lupparelli requerimento de informações questionando as obras paradas há mais de dois anos no Centro de Referência da Pessoa com Deficiência de Jacarepaguá, a prefeitura publicou, no Diário do Município, edital de licitação para a retomada das obras. O valor da nova licitação é de 6 milhões e 200 mil reais e o prazo das obras é de 9 meses após assinatura.

O Centro terá fonoaudiologia, terapia ocupacional, assistência-social e fisioterapia. Recentemente, o vereador visitou a obra parada.

Vereador entrega prêmios em concurso de selfies

O vereador Prof. Célio Lupparelli entregou, na Câmara, os prêmios aos vencedores do concurso “Rio que te Quero Rio”, em parceria com a Secretaria Municipal de Educação. Foi uma disputa entre selfies feitas por alunos do município explorando imagens da arquitetura do Rio pelos seus 450 anos. O primeiro lugar ganhou máquina fotográfica e, o segundo e terceiro, livro sobre a história da cidade. Todos levaram medalhas.