Audiência Pública: Comissão de Educação ouve demandas da 5ª CRE

Audiência Pública: Comissão de Educação ouve demandas da 5ª CRE

A Comissão de Educação da Câmara do Rio realizou mais uma Audiência Pública externa, na segunda-feira (9), em Rocha Miranda. Desta vez, a Comissão ouviu as demandas de professores, servidores, responsáveis e estudantes da rede pública da 5ª Coordenadoria Regional de Educação (CRE). A comunidade apontou como prioridade as condições de ensino e a qualidade oferecida, a infraestrutura das escolas e a climatização das unidades da rede de ensino carioca nessa região. A comissão é presidida pelo vereador Prof. Célio Lupparelli.

A 5ª CRE abriga 97 escolas municipais, 26 creches e 13 Espaços de Desenvolvimento Infantil (EDIs), com 1.946 turmas e 53.044 alunos matriculados, distribuídos pelos bairros de Bento Ribeiro, Quintino Bocaiúva, Madureira, Rocha Miranda, Vaz Lobo, Colégio, Cavalcante, Vila Kosmos, Cascadura, Osvaldo Cruz, Vista Alegre, Vicente de Carvalho, Irajá, Turiaçu, Honório Gurgel, Vila Da Penha, Campinho e Marechal Hermes.

Diversas demandas foram apresentadas pelos representantes do Conselho Escola Comunidade: professores, diretores de unidades de ensino, funcionários, responsáveis e alunos. Algumas demandas foram respondidas e atendidas pela coordenadoria e pelos representantes da Secretaria Municipal de Educação (SME). Aquelas que não forem atendidas de forma imediata farão parte de um relatório que vai integrar o planejamento estratégico da SME.

Entre as principais demandas apresentadas estão a falta de professores, a falta de infraestrutura das unidades escolares, os problemas com a segurança no entorno das escolas, incluindo relatos de tiroteios e furtos, a carência de agentes educadores e merendeiras, e demais carências de servidores. Os participantes também debateram e emitiram opiniões acerca do Projeto Sábado Carioca, que vem sendo desenvolvido pela Secretaria Municipal de Educação, com as escolas abertas aos sábados oferecendo oficinas de reforço escolar, artes e esportivas, assim como duas refeições.

Ao final desta série de audiências, os parlamentares realizarão um retorno a cada coordenadoria para acompanhar se as demandas apresentadas foram atendidas. De acordo com o presidente da Comissão, Vereador Prof. Célio Lupparelli, o diálogo sempre será um dos recursos mais importantes para o alcance do objetivo, pois o principal é o fortalecimento da representatividade que compõe o Conselho Escola Comunidade: Juntos pela Educação.